Home  \  Notícias
Água X Óleo Lubrificante
15/04/2016

Água X Óleo Lubrificante

Uma vez que a quantidade de água excedeu o nível máximo para permanecer dissolvida sendo que a maioria dos óleos lubrificantes industriais tais como fluidos hidráulicos, óleos para turbinas etc., podem suportar de 0,02% a 0,06% de água no estado dissolvido dependendo da temperatura e do estado de envelhecimento do óleo lubrificante, o óleo lubrificante fica saturado.

Em um sistema de lubrificação, os dois estados mais danosos são a água livre e a água emulsificada. A água livre ou emulsificada não somente destruirá a resistência do filme de óleo lubrificante como, também, nas elevadas temperaturas e pressões geradas na zona de carga de um mancal de elementos rolantes, poderá gerar uma vaporização instantânea (Flash) levando ao desgaste erosivo.

Assim, qualquer que seja o método usado para determinar os níveis de água em óleos lubrificantes, o fato é que a água é importante causa na falha dos óleos lubrificantes, nas falhas de componentes mecânicos e na redução na confiabilidade dos equipamentos mecânicos. Como qualquer outro tipo de contaminante, é importante não apenas reconhecer sua presença como, também, tomar iniciativas para controlar ou eliminar o seu ingresso nos equipamentos mecânicos. Caso seja possível os níveis de agua nos óleos lubrificantes presentes em equipamentos mecânicos devem ser mantidos abaixo do ponto de saturação, fazendo-se esforços para manter os níveis tão baixos quanto possível. A instalação de filtros dessecantes em respiradouros, a melhoria de retentores, o uso de carros de filtração com elementos filtrantes dissecantes, separadoras-centrifugadoras ou unidades de desidratação a vácuo reduzirão bastante o nível de agua nos óleos lubrificantes e aumentarão sobremaneira a vida útil tanto dos óleos lubrificantes como dos equipamentos mecânicos lubrificados por eles.

 

 

© 2014 Copyrigth LUPUS, Todos os direitos reservados.
Rua Lupo Panelli, 303 - Cerquilho - SP - Cep - 18520-000 - Tel.: (15) 3384-8484 - Fax.: (15) 3384-5200