Home  \  Notícias
Inmetro lista não conformidades em postos de combustíveis
24/06/2016

O IPEM-MT, órgão delegado do instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade
Industrial (Inmetro), periodicamente coloca suas equipes de metrologia em campo em todas as
regiões do estado, verificando bombas e equipamentos de medição em postos de combustíveis.
Conforme a norma do Inmetro, há dois tipos de fiscalização:

- Verificação subsequente das bombas de combustíveis para constatar o volume de gasolina,
etanol e diesel. As verificações compreendem um conjunto de procedimentos
que visam assegurar a permanência da característica de fabricação da bomba e da medida de
volume, bem como seu correto funcionamento no que oferece condições de operação
e principalmente no tocante à segurança.
- Verificação eventual: é realizada sempre que houver a necessidade de uma nova verificação em
virtude da reprovação, conserto ou manutenção do instrumento ou medida em verificação anterior.

A seguir, o órgão elenca as principais não conformidades:

Não Conformidades:
1-Mau estado de Conservação
2-Existência de corpo estranho
3-Proteção do mostrador inexistente, quebrado ou trincado.
4-Lâmpadas queimadas ou inexistência do sistema de iluminação
5-Fiação sem isolamento e/ou não protegido elétricamente em tubos e/ou caixa de proteção
6-Incorreção na grafia e simbologia
7-Alinhamento irregular dos algarismos no dispositivo indicador em bombas mecânicas
8-Inexistência da placa de proteção do totalizador de volume
9-Ausência de inscrições obrigatórias em bombas medidoras ou em equipamentos e acessórios
10-Erro de indicação do totalizador de volume
11-Não correspondência entre volume e preços
12-Obstrução do dispositivo separador/eliminador de ar e gases
13-Ausência de tubo eliminador de ar e gases
14-Sistema de bloqueio irregular
15-Mangueira com comprimento superior a 5 metros
16-Mangueira com vazamento e/ou má conservação ou com deformação
17-Irregulariedade nos dispositivo de predeterminação em bombas elêtronicas
18-Existência de vazamento nos componentes internos ou em tubulações e conexões da
bomba medidora
19-Bico de abastecimento com vazamento na válvula de retenção maior que 40 ml
20-Bico de abastecimento de modelo não aprovado.
21-Irregulariedade relativa ao plano de selagem estabelecido pelo inmetro
22-Não integridades de todos os segmentos dos dígitos nas bombas eletrônicas
23-Não manutenção das indicações do último abastecimento em tempo menor que 5 minutos
24-Instalação inadequada de sistemas de impressão
25-Existência de dispositivos/acessórios não autorizados pelo inmetro
26-Erros superiores aos máximos admitidos
27-Divergência dos erros quando de sinais contrários maior que o admitido
28-Unidade de bombeamento com afastamento maior que o autorizado
29-Indicador de teor alcoólico sem informação de leitura
30-Filtro adicional sem registro de isolamento (bypass)
32-Não possuir medida de equipamentos e/ou acessórios sem autorização do inmetro
33-Modificações de equipamentos e/ou acessórios sem autorização do inmetro
34-Interferência eletromagnética em bombas eletrônicas

No exercício de sua função, as equipes de fiscais têm livre acesso aos locais onde se desenvolvam
atividades sujeitas à metrologia e qualidade legal. A equipe exibe obrigatóriamente as credenciais
funcionais. Faça a manutenção preventiva ou corretiva dos instrumentos apenas em fornecedores
autorizados.

Fonte: Revista Sindi Petróleo - Edição 80

Não Conformidades Inmetro
© 2014 Copyrigth LUPUS, Todos os direitos reservados.
Rua Lupo Panelli, 303 - Cerquilho - SP - Cep - 18520-000 - Tel.: (15) 3384-8484 - Fax.: (15) 3384-5200